sexta-feira, 30 de outubro de 2009











Nosso Projeto

"Esforçando-me, deste modo, por pregar o Evangelho, não onde Cristo já fora anunciado, para não edificar sobre fundamento alheio; antes, como está escrito: Hão de vê-lo aqueles que não tiveram notícia dele, e compreendê-lo os que nada tinham ouvido a seu respeito." Romanos 15:20,21.
No ano 2003 a Missão Novas Tribos do Brasil, em parceria com a New Tribes Mission, abriu o trabalho no campo de Moçambique, com o nome de Visão Integral. Hoje a Visão Integral já atua em três povos moçambicanos:
  • Povo Makua-Moniga
  • Povo Yao
  • Povo Lolo

A Missão também está sondando mais quatro etnias das quais querem ter aberto o trabalho em pelo menos uma dessas etnias até agosto de 2010:

  • Povo Tawara
  • Povo Ngoni
  • Povo Maindo
  • Povo Makwe

Eu, Rafael, sou membro da Igreja Batista Betel de Campinas - SP, e minha esposa Isabel é membro da Igreja Boas Novas em Anápolis - GO. Concluímos o treinamento da Missão Novas Tribos do Brasil:

  • Três anos de teologia no Instituto Bíblico Peniel, em Jacutinga - MG
  • Um ano e meio de treinamento prático e linguístico no Instituto Missionário Shekinah, em Nova Alvorada do Sul - MS
  • Seis meses de inglês e linguística avançada no Instituto Ebenézer, em Vianópolis - GO.

Agora estamos no período de divulgação do nosso ministério. Nosso desafio é o campo moçambicano, queremos integrar a equipe da Visão Integral, e nossa viagem está planejada para janeiro de 2010.

OBJETIVO PRINCIPAL: Plantação de igrejas em povos tribais.

Os planos para nossos primeiros meses em Moçambique são:

  • Aquisição de cultura e língua moçambicana
  • Orientação à Visão Integral
  • Envolvimento com uma igreja local
  • Avaliação de com qual povo tribal trabalharemos

Além de nosso sustento mensal temos também algumas necessidades:

  • Passagens
  • Uma casa para alugar em Moçambique
  • Suprimento para a compra dos móveis e utensílios domésticos em Moçambique

A Missão Novas Tribos do Brasil não sustenta financeiramente seus missionários, portanto cada missionário é responsável por divulgar seu trabalho e levantar seu sustento. Se você ou sua igreja quiser nos conhecer melhor ou participar do nosso ministério financeiramente ou em oração, entre em contato conosco. Teremos o prazer de conhecê-los e de irmos à sua igreja para apresentar nosso projeto.

A Missão Novas Tribos do Brasil trabalha na evangelização dos povos indígenas há mais de 50 anos. Nestes 50 anos de atividades, Deus concedeu à Missão a benção de participar na fundação de 102 igrejas indígenas com cerca de 5.000 crentes. Hoje, sua atuação se estende a 43 tribos no Brasil e a 5 tribos em três países africanos, envolvendo um total de quase 500 missionários com o apoio precioso de inúmeras igrejas no Brasil e no exterior. Acesse o site www.mntb.org.br para um melhor conhecimento da missão.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

O Campo de Moçambique


População: 21.284.700
População abaixo da linha da pobreza: 70%
Expectativa de vida: 41 anos
O quarto país mais pobre do mundo.
Moçambique é um país no Sudeste do continente africano, com cerca de 800.000 Km² (pouco menor que o estado de Mato Grosso).
Moçambique foi colônia de Portugal por quase 500 anos (1498 - 1975). Conseguiu sua independência de Portugal em 1975. A guerra de independência tornou-se uma guerra civíl, entre capitalistas e marxistas e entre grupos tribais. O país viveu um período sob o marxismo até 1994 quando o conflito armado terminou e a democracia foi instalada no país. Moçambique é hoje uma democracia multipartidária já em sua terceira eleição geral.
Moçambique é um país muito pobre. Falta infraestrutura viária, de saúde pública, de saneamento básico e escolar. A sua população sofre com doenças como malária, cólera, AIDS (20% da população), além da fome.
Moçambique tem hoje liberdade religiosa. As principais religiões são: Animista (tribais), Católica, Evangélica, Islâmica e Hindu.
A Missão Visão Integral já trabalha com três povos moçambicanos: Povo Makua-Moniga, Povo Yao e Povo Lolo, e em breve terá trabalhos também com os povos Tawara, Ngoni, Makwe e Maindo.